Nesta página Você pode conhecer os serviços para os quais nos disponibilizamos.

Espaço reservado para a publicação de relatos extraordinários acontecidos na sua vida ou na de algum parente ou conhecido. É o lugar para a expressão de louvor e gratidão a Deus por bênçãos recebidas.
É a nossa galeria de fotos tiradas em Encontros de Casais, Seminários, Comemorações. É o Cantinho da Saudade.
Se deseja sugestões de sites interessantes e úteis para sua vida pessoal, nesta página Você encontrará o caminho de muitos deles.
Escalar o pico do ideal apoiado por amigos e familiares é por demais gratificante. Nesta página, o destaque aos que de alguma forma têem contribuído com idéias, orientações e matérias para a realização deste trabalho.
Se Você é daqueles que, enquanto navega pela Internet, gosta de ouvir músicas, nesta página estamos oferecendo vários links de músicas online. Portanto, visite esta página e escolha a rádio de seu gosto e bom proveito.

Vida Conjugal & Familiar

Muitos sonham com o casamento, mas sequer imaginam os percalços do caminho que hão de encontrar. Os que nele se encontram sabem disso. No entanto, tais dificuldades existem para que os cônjuges, mediante a prática do diálogo, possam fazer da mútua aceitação o recurso para superarem juntos toda e qualquer barreira e assim enriqueçam o amor que os uniu em matrimônio. Convidar Cristo para guiá-los nesse Caminho do Amor será uma sábia atitude.

Diálogo conjugal, corra esse risco
Derly Gorski
* Pastor e Jornalista

Qualquer relacionamento que seja depende de modo muito acentuado do diálogo, da conversa profunda e reveladora que permite aos envolvidos um mútuo conhecimento capaz de enriquecer suas vidas e experiências.

Se isto é importante em qualquer relacionamento, muito mais, e especialmente dentro do casamento, onde duas pessoas com distintas características de origem e personalidade se encontram na vida, para que juntas posam vivenciar uma experiência única, especial, mas também rica de oportunidades para conflitos e interesses.

E é exatamente isto que torna a vida conjugal o mais complexo dos relacionamentos. Mas, nem isto o casamento deixa de ser algo bom e útil para nossa realização pessoal. Deixa de ser, sim, quando marido e esposa, desconhecendo ou menosprezando o valor da comunicação, se fecham dentro de si e ainda assim tentam partilhar a vida em comum. É claro que terão sérios problemas e os conflitos, que poderiam ser uma excelente oportunidade para aproximação e conseqüentemente oportunidade de ajustamento, passam a ser causa da decisão do afastamento.

O casamento, em princípio pressupõe uma entrega e doação de “corpo e alma” do marido para sua esposa, e vice-versa. Entretanto, nem sempre acontece assim. O que é muito comum, e daí a razão de muitos problemas no casamento, é a entrega e doação inadvertida apenas do corpo. E esse problema começa em grande número de casos quando o rapaz e a moça numa cega obediência aos impulsos de suas glândulas e hormônios sexuais, se entregam a abraços, beijos e carícias as mais diversas, criando apenas uma intimidade física.

Acontece que esta intimidade no período do namoro e noivado rouba a oportunidade da intimidade espiritual. E esta intimidade espiritual foi, é e sempre será a plataforma firme para que a intimidade física do casamento seja não apenas gratificante, mas acima de tudo suficientemente forte para proteger o casal contra todas as provas e tentações que porventura venham a ameaçar a sua estabilidade conjugal.

Quer você esteja namorando, noivo, e principalmente casado, é importante que tenha consciência da tremenda capacidade da comunicação no sentido de preparar o caminho para uma experiência cada vez mais empolgante, bem diferente daquela que muitos casais têm experimentado em suas vidas: frustração e infelicidade.

Mas é necessário também ter um conhecimento quanto ao processo de comunicação, pois o mesmo exige um verdadeiro espírito de doação e entrega de si mesmo no qual você corre o risco de não ser compreendido e ás vezes também de não ser aceito. Isto porque à medida que você permite essa abertura de alma, poderá ocorrer que a pessoa, despreparada, possa assustar-se com alguns aspectos não muito bonitos de sua personalidade. Por isso vá devagar. Caminhe devagar, sem pressa, conversando bastante, desenvolvendo um conhecimento mútuo, gradual e constante. Dê tempo ao tempo, pois o mesmo se encarregará no sentido de estruturar a mútua confiança e aceitação. Não importa em qual degrau da vida conjugal você esteja. O importante é que você continue subindo. E também vale aqui o antigo ditado popular: “Antes tarde que nunca”!

Volta para Vida Conjugal


     

Faça deste site a vitrine para divulgar
seus produtos e/ou serviços

Ao mesmo tempo Você estará contribuindo para a
manutenção deste ministério em prol do bem-estar familiar

Espaços reservados para banners
nas seguintes medidas

253x50 - 115x50 (coluna central) - 200x50 (na lateral)
Fale conosco

 
Volta ao Topo

"Se o Senhor não edificar a casa, em vão trabalham os que a edificam". (Salmo127:1) Criado em 25/05/2007
Atualizado em 20/04/2012
   

Editor e Designer: Derly Gorski, pastor e jornalista (d.gorski@uol.com.br)
Apoio e Consultoria: Eli Mendonça, Webmaster da APaC

  Locations of visitors to this page